Dicas

Quer saber como ser efetivado após o estágio? Confira 11 dicas

Além da oportunidade de conhecer mais sobre a área de formação e adquirir experiência profissional, o estágio deve ser encarado como o primeiro e mais importante passo para a vida profissional de qualquer estudante.

É normal quando o contrato se aproxima do fim que surja o desejo e a preocupação de ser efetivado(a). Em muitos casos, nem é necessário fazer o pedido, pois a própria empresa se encarrega disso, porém é preciso construir uma trajetória que resulte no reconhecimento que você deseja.

Para ajudar você neste processo e aumentar as suas chances de ser efetivado, preparamos algumas dicas poderosas para aplicar no seu estágio. Vamos lá?

1. Procure uma oportunidade que faça seus olhos brilharem

É muito importante fazer parte de uma empresa em que você acredite no propósito e desperte o seu interesse e motivação para continuar sua trajetória profissional. Qualquer pessoa que faz o que ama consegue atingir melhores resultados

Vale a pena olhar bem quais são os valores da companhia e qual é o fit cultura dela. Além disso, checar as redes sociais e a página de carreira da empresa ajudará você a sentir se há representatividade. 

2. Demonstre interesse

Você já deve ter ouvido diversas vezes a frase “Quem não é visto não é lembrado”. E quando se trata do mundo profissional essa frase faz bastante sentido. Seu comprometimento e entusiasmo são essenciais para garantir a sua efetivação e deixar claro para a empresa que você deseja continuar trabalhando lá. Além, é claro, da sua qualificação e compromisso com os estudos.

3. Mostre todo o seu conhecimento

É normal os estagiários quererem utilizar tudo o que aprenderam durante a graduação nas atividades do estágio, mas não saberem exatamente como. A verdade é que não há uma fórmula preestabelecida e nem sempre a sua função vai exigir todo o seu conhecimento, mas você precisa seguir o próprio “feeling” e as orientações dos seus supervisores para entender onde e como você pode “sair da caixinha” e acrescentar no projeto.

4. Crie proximidade com os seus supervisores

Não há nada melhor do que um bom relacionamento para garantir a efetivação no estágio e ter troca de conhecimento. Para isso, dentro do ambiente de trabalho é preciso que você enxergue seu supervisor como um verdadeiro mentor, não um chefe inatingível.  

Uma dica é: sempre que possível, peça feedbacks, pergunte sobre a sua jornada profissional e peça conselhos sobre oportunidades de carreira. Só tome cuidado para não se tornar um bajulador ou entender essa proximidade como desculpa para não cumprir com a formalidade do dia a dia.

5. Seja sempre proativo

Essa é uma das características fundamentais para a contratação de um estagiário ou funcionário por parte dos empregadores. Acabou o tempo em que um estagiário fazia apenas as pequenas tarefas e servia como “ajudante geral” em uma empresa.

Em meio a um mercado altamente competitivo, as empresas buscam por profissionais que tenham iniciativa, demonstrem interesse e vontade de aprender. Afinal, todo colaborador possui algum impacto na organização, independente do seu nível hierárquico.

Por outro lado, é importante frisar que de nada adianta ficar encarregado de mil funções e não entregar nenhuma com qualidade! Muito mais do que demonstrar eficiência, você precisa cumprir suas tarefas com perfeição.

E outro conselho é aprender a não ter medo de fazer perguntas e estar sempre aberto às orientações e dicas dos seus colegas de trabalho. Essas são pequenas demonstrações de comprometimento e interesse que contam muito na hora de analisar uma possível efetivação, sabia?

6. Absorva todos os feedbacks

Como dito anteriormente, o feedback é um ponto importante para qualquer profissional, seja efetivado ou estagiário. Então, não hesite em pedir um retorno sobre o seu desempenho ao supervisor ou gerente e, principalmente, não tenha medo de ouvir uma resposta negativa.

É importante entender que o que está sendo avaliado é o seu trabalho, então não encare as críticas de forma pessoal. Por isso é importante esperar um pouco para conseguir analisar, de cabeça fria, as observações do seu gestor e perceber em que pontos pode melhorar.

7. Seja organizado

Profissionais organizados e que cumprem com os prazos sem perder a qualidade são muito admirados e valorizados na organização. Logo, esse é um ponto que contará muito a seu favor para conquistar a confiança do time.

Existem vários aplicativos, agendas, programas e planners que podem ajudar você nesse processo. Vale a pena pesquisar para entender qual é o melhor para a sua rotina.

8. Tente ser o mais pontual possível

Pontualidade é uma qualidade que nunca sai de moda e é um requisito básico para quem deseja se dar bem no estágio. E isso inclui chegar na hora, não demorar mais tempo do que o acordado no almoço e intervalo, e não sair mais cedo.

A pontualidade está diretamente relacionada à responsabilidade. Logo, se você for incapaz de seguir os horários preestabelecidos, dificilmente dará conta das demandas importantes para a empresa e dos prazos a serem cumpridos. Claro que a vida tem seus imprevistos e tudo bem, mas se esses probleminhas começam a acontecer com frequência, é hora de analisar sua rotina e buscar soluções 

9. Conheça a empresa e sua cultura

Conhecer a cultura da empresa é muito importante afinal, até para provar seu valor como funcionário, você precisa entender como as coisas funcionam. E um exercício bem simples é ir analisando a dinâmica do ambiente, prestando atenção e conversando com seus colegas e superiores. 

Assim você pode perceber, por exemplo, quais habilidades são mais valorizadas na sua área, quais são os processos que devem sempre ser seguidos e onde é possível ter mais liberdade de criação. Isso será útil para consolidar a sua postura profissional, mas também para verificar se a cultura da empresa está alinhada aos seus valores pessoais.

10. Saiba trabalhar em equipe

Aproveite o seu período de estágio para aprender e melhorar a sua atuação profissional, mas também para desenvolver seu networking e a habilidade de se relacionar com diferentes profissionais e áreas.

Se mostre aberto para aprender, compartilhar demandas e ser um ponto de apoio e troca de conhecimentos. Além de aprendizado, esse contato pode ser muito favorável para outros pilares, como: solucionar problemas, aprender sobre o funcionamento e processos da empresa, e até mesmo como recomendação para a sua efetivação.

11. Esteja sempre se aperfeiçoando

Nem sempre a graduação é suficiente para suprir todo o conhecimento que precisa, principalmente em áreas que estão em constante evolução ou cobram habilidades bem específicas, como o setor da tecnologia. 

E frente a esse cenário, os cursos complementares são ótimas opções para enriquecer o currículo. Com a ajuda da tecnologia, nem é preciso sair de casa para se capacitar e desenvolver novas habilidades, mas é importante você se organizar e encontrar um espaço na sua agenda.

Talvez seja interessante começar com cursos de idiomas, gestão de projetos, etc. O céu é o limite, mas vale você pesquisar quais são as habilidades mais requisitadas para sua profissão! 

Na prática, além do conhecimento teórico e técnico, esta experiência também é uma oportunidade de aprender e se desenvolver como pessoa e profissional, encarar novos desafios e entender como a sua profissão realmente funciona. E seguindo essas dicas, a possibilidade de você conseguir a efetivação, após essa experiência, é bem maior. 

Se você curtiu nosso material e quer fazer parte de um Grupo empresarial incrível, que tal se inscrever em um dos nossos programas de estágio? Temos vagas em aberto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.