Dicas

Estágio em direito: Caio Castilho da Cosan conta a importância de aproveitar essa fase

É normal ficarmos um pouco perdidos no início de nossa carreira. Com tantas informações e novos aprendizados, as expectativas podem acabar se confundindo em relação ao que a empresa espera de você e o que você espera dela, e no fim das contas isso pode gerar um desalinhamento. 

Para você aproveitar ao máximo seu estágio, aprender bastante, se desenvolver profissionalmente e, principalmente, alinhar suas expectativas com a empresa, pedimos dicas ao Caio Castilho, que fez estágio em direito aqui na Cosan e spoiler foi promovido a Assistente Jurídico! Vem ler. 

Como posso me desenvolver no estágio?

Para ter um bom início de carreira, é preciso escolher bem o lugar e a área de atuação que você deseja entrar. No começo da faculdade, nem sempre definimos quais temas mais gostamos, certo? E por que não esperar um pouco antes de escolher uma oportunidade? Caio aconselha: “A função principal do estágio é aprender e ter uma noção da área que você deseja atuar. Dica: não tenha pressa de logo que entrar na faculdade já estagiar, pois, você pode acabar não aproveitando os estudos. Se você começar muito cedo, estará muito “cru” para fazer as atividades do estágio e comprometer seu desenvolvimento acadêmico e profissional.” 

Entender sobre a rotina que você terá na empresa é essencial para saber se é a área e o lugar que você deseja estar. Caio fala um pouco sobre seu dia a dia na área de direito empresarial: “No compliance realizamos a verificação de antecedentes, questões de remediação e de direito empresarial mais convencionais, como a elaboração de minutas contratuais e distratos. Além disso, realizamos a  estruturação de políticas e procedimentos internos da companhia voltados ao combate de condutas inapropriadas. Também fazemos cláusulas da LGPD e a adequação da coleta e tratamento de dados pessoais em relação à lei ”.  

Caio também fala sobre respeitar seu próprio tempo de aprendizado e a importância de se manter organizado. “Na faculdade de direito, principalmente no começo, vemos outros alunos usando roupas sociais para irem a seus estágios depois da aula e podemos nos sentir pressionados a seguir o mesmo caminho. Porém, cada um tem um momento apropriado para adentrar no mundo profissional. 

Por isso, não devemos a todo momento nos espelhar no que os outros estão fazendo, mas sim ter a consciência de que o tempo de aprendizado na faculdade é limitado e, se tivermos a escolha, um planejamento sobre como serão realizadas as partes acadêmicas e práticas é essencial para que o aproveitamento seja o melhor possível”.

Quais são os desafios do estágio em direito?

É importante saber escolher bem a área do direito que você deseja atuar no estágio além de sempre estar aberto a aprender. Caio dá a dica: “Não podemos pensar que se eu estudei na faculdade de uma forma será sempre assim. O direito não é algo objetivo, ele é muito diverso, temos várias interpretações e aceitar essa diversidade de pensamentos, métodos é importante para aprender de fato”.

Além disso, durante o trabalho remoto, Caio se sentiu um pouco distante da rotina do trabalho. “No começo é mais difícil porque não é a mesma coisa enviar um email e uma mensagem do que puxar alguém do seu lado para conversar. Acho que ficar 100% no home office é difícil porque não temos o mesmo contato, você não se sente tanto dentro da empresa como antes, no presencial.”

Foi então que o time implementou uma reunião semanal para que a equipe pudesse se organizar e também interagir mais.“Isso foi muito importante porque começamos a retomar um pouco mais esse contato com o time e com outros membros da equipe. O dia depois da reunião prossegue melhor, pois você está mais alinhado com o que os outros membros da equipe vão fazer.”, conta Caio.

Como conseguir a tão sonhada efetivação?

Caio recomenda que o estudante faça pelo menos o primeiro ano da faculdade sem estagiar. “Tem áreas que demandam mais e outras menos. Na área pública, por exemplo, você estagia 4h, então fica melhor para conciliar com os estudos. Esperar esse tempo na faculdade fará com que você entre mais preparado no estágio em direito e aproveite o maior número de oportunidades possíveis.”

Além disso, ele reforça que trabalhar sua comunicação interpessoal é essencial, além de estar aberto a receber novos aprendizados. “Nós como estudantes sabemos bem por cima, então é importante sair dessa zona de conforto. A vontade de aprender informações novas é essencial e ter disposição para receber todas as informações além de buscar se aprimorar em relação a isso é muito importante.”

É importante que você esteja em um ambiente que valorize seu desempenho e garanta um desenvolvimento profissional. Afinal, a comunicação é a chave! “Às vezes temos uma timidez de perguntar, tirar uma dúvida que é importante e no estágio você aprende a lidar melhor com a equipe, conversar com os gestores, se adequar ao que a equipe está fazendo, trabalhar em grupo mesmo.” 

E você, está buscando um estágio em direito? Que tal olhar nossas vagas disponíveis? Confira aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.