Sem categoria

Mulheres na Segurança da Informação: Cristiane Belitardo conta os desafios e perspectivas da área

Mulheres na Segurança da Informação

A área da Segurança da Informação é uma das que mais crescem no mercado de trabalho tech no Brasil e no mundo. E não poderia ser diferente. Afinal, cada vez mais a importância de profissionais deste segmento se prova fundamental para o desenvolvimento de empresas, e da nossa sociedade.

E assim como em outras áreas de tecnologia, as mulheres, na Segurança da Informação, estão presentes, desempenhando funções importantes. Aqui no Grupo Cosan, elas também fazem parte do time de Cybersecurity e têm muito a ensinar.

Por isso mesmo, hoje batemos um papo com a Cristiane Belitardo, Analista de Segurança da Informação na Cosan com mais de duas décadas de experiência na área. Continue a leitura com a gente aqui, no blog Eu na Cosan, para conferir tudo o que ela tem a contar para você!

A rotina da Cris como Analista de Segurança da Informação

Nossa conversa com a Cristiane, que prefere ser chamada de Cris, começou com ela contando sobre seu dia a dia de trabalho aqui com a gente. Logo de cara ela já disse que essa era uma pergunta difícil – afinal, “a área é enorme e com perfis de profissionais muito diversificados” – mas ela fez questão de explicar um pouco mais.

“Entrei na Cosan com a responsabilidade de conduzir o programa de avaliação de riscos de Segurança da Informação em fornecedores. Ao longo do tempo, assumi outras responsabilidades e apoiei outros colegas. No momento, estou em transição para uma nova área dentro do time de SI, que é a de Proteção e Privacidade de Dados, e estou muito empolgada.”

A importância da Segurança da Informação para uma empresa

Bom, se você chegou até aqui na leitura, é porque realmente está interessado(a) no universo de Cybersecurity, não é mesmo? A Cris também comentou com a gente um pouco a respeito da importância dessa área para uma empresa atualmente. Olha o que ela tem a dizer: 

Na minha humilde opinião, a Segurança da Informação está ligada à sustentabilidade da empresa. Há um estigma de pensar que a segurança só diz não [para novas iniciativas]. No entanto, a missão da área é viabilizar o negócio da forma mais segura possível, controlando riscos operacionais, financeiros, legais e de imagem.”

O mercado de Segurança da Informação para mulheres

De um modo geral, o mercado de trabalho em tecnologia ainda é predominantemente masculino. Nos últimos anos, no entanto, esse cenário está se transformando e muitas mulheres conquistaram seu espaço.

A Cris explica que em Segurança da Informação as coisas não são diferentes, e esta ainda é uma área com mais profissionais homens que mulheres. No entanto, ela é otimista sobre o futuro: Se a mulher quiser, gostar do assunto e estiver afim de aceitar os desafios que a área impõe, ela terá sucesso.” 

Aliás, esse otimismo da Cris se estende para um recado ainda mais otimista e especial que ela deixou para nós no final da conversa. Olha só o que ela tem a dizer para todas as mulheres:

Minha mensagem não é apenas para a mulher que quer entrar na área de Segurança da Informação. É para aquela que sonha, que deseja fazer diferente, que tem garra, que corre atrás: não se deixe afetar pelo que diz o senso comum. Se quer ser piloto de carro, avião, chef de cozinha, astronauta, CEO – seja. Todas as áreas têm seus desafios. Todas as escolhas têm renúncias. Portanto, faça o seu melhor. Com foco, dedicação e fé, você pode ser o que quiser.”

Você também quer trabalhar com Segurança da Informação? Então venha para a Cosan!

Gostou de conhecer mais sobre a história da Cris e sobre as mulheres na Segurança da Informação? Você pode ser a próxima pessoa a trilhar este caminho aqui na Cosan! Não deixe de conferir todas as oportunidades de trabalho em nosso site de carreiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.